A bab no fim do mundo 2021 foi a primeira realizada após a retração da pandemia de COVID e dela participaram os artistas Felippe Moraes, Néle Azevedo e a crítica Sylvia Werneck. A realização da residência confirmou a necessidade efetiva e afetiva de estarmos juntos, novamente, para criar um ambiente propicio para a sensibilização criativa.

As ações e estratégias estéticas foram pautadas por artivismos atravessados pela land art evidenciando que o babLAB é um laboratório de experimentação estética que tende a manter um diálogo efetivo com a natureza exuberante da APA do Pau Brasil. Um programa de atividades que se propõe a dar visibilidade as questões urgentes em torno da conservação e preservação do meio ambiente natural, da flora e fauna silvestres ameaçadas, na região de Armação dos Búzios.

bab bienal no fim do mundo 2021 | Laboratório de impressão em estêncil e block print com Luiz Randon.

Néle Azevedo e Felippe Moraes, bab do fim do mundo 2021

Felippe Moraes e Luiz Randon